quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

49- 0 CASE DE COMUNICAÇÃO DE 2013, SEGUNDO O COMMUNICATION THINKING: FRANCISCO.

O Arcebispo de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio, era um ilustre desconhecido até 13 de Março de 2013. Foi eleito Papa e ganhou o mundo, instantaneamente, com uma única palavra: Francisco.
Não precisou nem explicar a escolha do nome. Jornais, radios, Tvs e redes sociais do mundo inteiro decifraram rapidinho a mensagem que este nome trazia. Era o que todos nós também já sabíamos, ou pelo menos sentimos, quando ouvimos o nome Franscisco. Bergoglio só precisou confirmar tudo isso depois.

E os resultados vieram logo: Bergoglio ficou popular e amado de um dia para o outro, melhorou a imagem e botou a igreja com força na mídia mundial, aumentou bastante a audiência de todos os eventos que o Papa participa, recuperou (pelo menos em parte) a confiança dos fiéis na igreja.
Como fez isso? Reativou um nome que é um verdadeiro arquétipo de bondade, humildade e dedicação aos pobres, cheio de valores e significados.
E apresentou uma pessoa, com uma história de vida  com alguma coerência, para receber este nome. Logo se divulgou que ele era conhecido por um estilo pessoal despojado e frugal de viver. Morava num pequeno quarto, atrás da Catedral de Buenos Aires, cozinhava sua própria comida e usava sempre transporte publico, ônibus e metrô. Gostava de conviver com pessoas simples. Bergoglio deu conta do recado.
Agora ele está praticando (ou tentando praticar), com palavras e ações, tudo que essa palavra promete. Carisma ele já tem. Apoio da mídia e opinião pública também. Vamos ver onde vai chegar.
Inspiração divina ou ação preconcebida -tipo indicados ao Oscar, onde atores se dizem sempre surpresos com o prêmio, mas têm sempre um discurso ensaiado? Nunca vamos saber. Mas o que interessa é que funcionou. E muito bem.
Você conhece algum case com resultados melhores que este?


2 comentários:

  1. Salve, Raul! Concordo 100%! Estive ano passado no Vaticano e constatei o poder do carisma de Francisco! Discurso simples, claro, contundente, emocionante. E verdadeiro! Conexão total com os fiéis.
    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cibar. Quanto tempo. Bom ouvir você. Volte aqui sempre.

      Excluir